home / atrações / Os Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Selecione a cidade:

Selecione o gênero:

ou

Busca:

Os Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora
Atenção!
Espetáculo não disponível ou fora de temporada. Conheça as atrações que estão em cartaz.

Os Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Mendes Convention Center

Av. Gen. Francisco Glicério, 206

- Santos - SP

ver google maps

(13) 4062-0027

Temporada
Temporada

21 de setembro de 2012.

Horário
Horário

Sexta 23h (abertura da casa 22h).

Gênero
Gênero

Show de Música

Preço
Preço

R$ 80,00 a R$ 150,00

Não recomendado para menores de 16 anos.
Classificação

Não recomendado para menores de 16 anos.

sinopse
informações
fotos
vídeos

Após 6 anos Paralamas do Sucesso estão de volta a Santos para uma grande festa do Pop Rock nacional, dia 21 de Setembro no Mendes Convention Center, cantando os clássicos que marcaram 30 anos de estrada.Os Paralamas do Sucesso apresentam o show de seu último CD "Brasil Afora" (EMI), vencedor do prêmio de "Melhor Show do Ano", no VMB 2009. Gravado em Salvador e no Rio de Janeiro, este é o primeiro disco de canções inéditas da banda em quatro anos.

Com cenário de Zé Carratu e design de luz de Marcos Olívio, os Paralamas apresentam o novo repertório com destaque para "A Lhe Esperar", "Meu Sonho", "Mormaço", "Quanto ao Tempo" e "Sem Mais Adeus", além dos clássicos "Romance Ideal", "Alagados", "Uma Brasileira", "Perplexo" e "Bora Bora".

É no palco que o trio formado há 30 anos por Herbert Vianna (guitarra e voz), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (bateria e voz) faz a festa. Acompanhados pelos amigos João Fera (teclados e violão), Bidu Cordeiro (trombone) e Monteiro Jr (sax), os Paralamas sabem que a alegria é estar na estrada.
 
OS PARALAMAS DO SUCESSO - “Multishow ao Vivo Paralamas Brasil Afora”

Depois de uma turnê de dois anos e muitos elogios, os Paralamas do Sucesso reafirmam no Multishow ao Vivo Paralamas Brasil Afora sua devoção aos palcos. A fórmula? O prazer de tocar, o poder das palavras e a comunhão com o público. O mais importante de tudo é o "arrepiômetro", como sintetiza Herbert Vianna. Captado em 14 de dezembro passado durante apresentação no Espaço Tom Jobim, no Rio de Janeiro, o projeto – que foi lançado em CD, DVD e especial de TV, exibido com exclusividade no Multishow dia 17 de abril - retrata a maturidade dos Paralamas como músicos e a pertinência de suas canções para a produção musical brasileira contemporânea. No show, clássicos se misturam a faixas do recente “Brasil Afora” (2009), álbum que originou a extensa turnê, com até oito concertos por mês. Trata-se de um registro essencial da carreira do trio, com rica visualidade, som luxuoso e performance de arrepiar.

"Tínhamos vontade de gravar desde quando começamos a apresentar 'Brasil Afora' nos palcos, mas a agenda não permitia e adiamos. Até que conseguimos em dezembro", conta o baixista Bi Ribeiro. "A demora foi interessante porque nos permitiu amadurecer o show e obter um resultado mais legítimo, e não um embrião", reflete. Com participações de Zé Ramalho e Pitty, Multishow ao Vivo Paralamas Brasil Afora traz canções recentes, como "Sem mais adeus" (“Brasil Afora”), que abre o concerto, e também versões turbinadas de clássicos como “A Novidade” (“Selvagem”, 1986), cujo novo arranjo namora com o de Gilberto Gil, parceiro na canção.

Dos muitos diálogos musicais com os Titãs, os Paralamas extraíram “Sonífera Ilha”. Em versão alucinadamente ska, a faixa dá vazão à performance inconfundível de João Barone, que conecta o sucesso titânico aos clássicos paralâmicos “Ska” e “Óculos” (“O passo do Lui”, 1984), esta com o verso "Em cima dessas rodas tem um cara legal". "O palco orienta muito nosso trabalho e nossas vidas", diz o baterista, antes de dar sua receita para as tradicionais performances arrasadoras do grupo. "O que mais permanece igual ao começo da carreira é a adrenalina e o prazer de tocar juntos", complementa. Herbert concorda e exalta o poder que as canções exercem sobre o trio no palco. "Desde o princípio a gente teve como critério básico a convicção temática, o que a letra diz, e o arrepiômetro na execução, a sensação que a canção nos causa", relata.

Assim, faixas como "A lhe esperar" ("Brasil Afora", 2009) e "Dos Margaritas" (“Severino”, 1994) batem muito bem. A primeira renova o contrato dos Paralamas com as canções de amor, com direito a comentários desconcertantes de Bidu Cordeiro nos trombones e o clavinete gracioso do eterno João Fera, que acompanha desde sempre os Paralamas. A segunda tem requintados corinhos huh-huh entre os versos, fraseados absurdos de José Monteiro Jr no sax, e letra levemente modificada para "Se Charly (Garcia) escrevesse a Constituição", no lugar de Vital. Isso sem falar nos papos-retos de "Pólvora" (“Big Bang”, 1989) e "O Beco" (“Bora Bora”, 1988), com cargas de dub e solo dilacerante de Herbert.

Na prazerosa experiência do trio no palco cabem ainda convidados. No caso, duas vozes inconfundíveis da música brasileira: Pitty e Zé Ramalho. Depois de dividirem “Tendo a Lua” (“Os Grãos”, 1991) no encerramento de um festival em Fortaleza, a cantora e o trio resolveram repetir a dose noMultishow ao Vivo Paralamas Brasil Afora. "Foi um momento lindo, aquele ali no palco. Me senti fazendo parte da história de uma das bandas mais queridas e importantes da música brasileira. Muita honra de ter sido convidada pra cantar essa música que é uma das minhas favoritas de todo o repertório deles", derrete-se Pitty. Os Paralamas retribuem. "A Pitty manda e a gente obedece", brinca Barone. Herbert declara: "Pensei como seria lindo ter uma voz feminina dividindo 'Tendo a Lua'. Pitty veio, gentil, delicada. E quando começou a cantar, chapei com a qualidade artística. Que alegria aquele momento nos deu."

Depois de ter participado da gravação do CD “Brasil Afora”, o mestre Zé Ramalho repetiu a dose na canção “Mormaço”, uma das que compõem o setacústico do show. "O convite foi simples e fácil de aceitar. Uma música do Herbert que falava na Paraíba, que é o nosso Estado natal", relembra o compositor. "Fiquei muito à vontade, dividindo o palco com eles. Músicos excelentes e muito divertidos", completa. Com o rico mosaico que exibe, com canções de todas as fases da banda, o Multishow ao Vivo Paralamas Brasil Afora é um registro histórico e essencial. Após uma hora e meia de show não resta dúvida. No palco os Paralamas encontram a sua mais perfeita tradução e se mostram prontos para muitos anos de estrada. Trata-se de uma banda que tem a novidade como rotina.

Preço

Pista (em pé) Vip
1º Lote
R$ 100,00 inteira
R$ 50,00 meia

Desconto
30% para assinantes do Jornal "A Tribuna" + 1 acompanhante.
30% para cliente "Porto Seguro" + 1 acompanhante.

Pista (em pé) Lateral
1º Lote
R$ 80,00 inteira
R$ 40,00 meia

Desconto
30% para assinantes do Jornal "A Tribuna" + 1 acompanhante.
30% para cliente "Porto Seguro" + 1 acompanhante.

Camarote 2,3 e 4*
Ingresso + Camarote = R$ 150,00

*Obs: Limitado a 50 pessoas por camarote. 

Duração

Aproximadamente 90 minutos.

Ponto de Venda

Mendes Convention Center
Av. Gen. Francisco Glicério, 206- Santos - SP
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta - 13h ás 22h

Renault Estoril
Av. Washington Luiz, 21
Horário de funcionamento: Segunda a Sexta – 9h às 18h | Sábado 9h às 13h.
 

Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Paralamas do Sucesso - Turnê Brasil Afora

Música 22 no DVD "MultiShow Ao Vivo -- Brasil Afora"

Compartilhe:

Outras Atrações

Nemo - O Espetáculo

Nemo - O Espetáculo

São Paulo / SP

Teatro Augusta

Infantil

O Livro da Grande Desordem

O Livro da Grande Desordem

São Paulo / SP

CIT - Ecum

Drama

Noites de Seresta - Juliana Maia - Convida Carlos Navas

Noites de Seresta - Juliana Maia - Convida Carlos Navas

Rio de Janeiro / RJ

Sala Municipal Baden Powell

Show de Música

Dudinha e a Galinha Pintadinha

Dudinha e a Galinha Pintadinha

Goiânia / GO

Teatro Rio Vermelho

Infantil