Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PR
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Show 16 140 min

Rebanhão 35

Teatro Isba

Ondina - Salvador - BA

Endereço

Av. Oceânica, 2717
Ondina - Salvador - BA

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(71) 2626-0032

Temporada

Sexta 20h

08 de Setembro de 2017

Regras Para Meia-Entrada

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.
50% Pessoas com Deficiência.
50% Jovens de 15 a 29 anos de idade de baixa renda, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e cuja renda familiar mensal seja de até 2 (dois) salários mínimos.

De acordo com a Lei da Meia Entrada
A concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento - Lei 12.933/2013.

Ingressos

R$ 80,00 inteira
R$ 50,00 Solidário ( só na bilheteria)
R$ 40,00 meia

As raízes da banda foram em São Paulo, com Janires, Lurdinha, Mike e Carrá. A primeira apresentação aconteceu em 1979, quando houve um boicote geral das igrejas da época por julgarem Janires e seu grupo como hereges. Mas ainda assim, o grupo venceu o preconceito e seguiu em frente.

No início da década de 1980, Janires foi para o Rio de Janeiro. Na cidade maravilhosa conheceu o tecladista Pedro Braconnot, o baterista Kandell Rocha, o guitarrista André Marien e o baixista Paulo Marotta e formou um novo Rebanhão. Mas foi juntamente com o vocalista e guitarrista Carlinhos Félix, com o percursionista Zé Alberto, Pedro, Paulinho e Kandell que Janires gravou o primeiro disco da banda no Rio de Janeiro, em 1981, com o título de Mais doce que o mel.

A banda Rebanhão se manteve até o ano de 1999 e passou por várias mudanças no decorrer do tempo. Em 1984 quem se despediu foi o pioneiro Janires, que se mudou para Belo Horizonte, onde formou a Banda Azul. Ainda início dos anos 80 saíram o baterista Kandell e o percursionista Zé Alberto. Nesta mesma época integrou-se no grupo o baterista Fernando Augusto (Tutuca). A banda se manteve com a mesma formação até o início dos anos 90, quando Tutuca, Carlinhos Félix e Paulinho Marotta deixaram a banda.

Após esse período passaram pela banda vários músicos. Em 1994 a formação era: Pedro Braconnot (teclados e voz), Pablo Chies (guitarra), Murilo Kardia (baixo), Dico Parente (violão e voz) e Rogério (bateria). A última formação contou com Pedro Braconnot (teclados e vocal); Rafael Fariña (bateria); Ismael Maximiano (guitarra e vocal);Fábio Carvalho (baixo e vocal).

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Show 16 140 min

Rebanhão 35

Teatro Isba

Ondina - Salvador - BA

As raízes da banda foram em São Paulo, com Janires, Lurdinha, Mike e Carrá. A primeira apresentação aconteceu em 1979, quando houve um boicote geral das igrejas da época por julgarem Janires e seu grupo como hereges. Mas ainda assim, o grupo venceu o preconceito e seguiu em frente.

No início da década de 1980, Janires foi para o Rio de Janeiro. Na cidade maravilhosa conheceu o tecladista Pedro Braconnot, o baterista Kandell Rocha, o guitarrista André Marien e o baixista Paulo Marotta e formou um novo Rebanhão. Mas foi juntamente com o vocalista e guitarrista Carlinhos Félix, com o percursionista Zé Alberto, Pedro, Paulinho e Kandell que Janires gravou o primeiro disco da banda no Rio de Janeiro, em 1981, com o título de Mais doce que o mel.

A banda Rebanhão se manteve até o ano de 1999 e passou por várias mudanças no decorrer do tempo. Em 1984 quem se despediu foi o pioneiro Janires, que se mudou para Belo Horizonte, onde formou a Banda Azul. Ainda início dos anos 80 saíram o baterista Kandell e o percursionista Zé Alberto. Nesta mesma época integrou-se no grupo o baterista Fernando Augusto (Tutuca). A banda se manteve com a mesma formação até o início dos anos 90, quando Tutuca, Carlinhos Félix e Paulinho Marotta deixaram a banda.

Após esse período passaram pela banda vários músicos. Em 1994 a formação era: Pedro Braconnot (teclados e voz), Pablo Chies (guitarra), Murilo Kardia (baixo), Dico Parente (violão e voz) e Rogério (bateria). A última formação contou com Pedro Braconnot (teclados e vocal); Rafael Fariña (bateria); Ismael Maximiano (guitarra e vocal);Fábio Carvalho (baixo e vocal).