Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Show L

Edson Cordeiro
"Fado Tropical"

Endereço

Av. Sete de Setembro, 1537
Campo Grande - Salvador - BA

ver google maps

Temporada

Sexta e Sábado 20h30

29 a 30 de Junho de 2018

Tickets

R$ 100,00 Couvert Artistico

Serviço de BAR:

Serviço de BAR:

A partir das 19h45.

(*) Como espectador do Café-Teatro Rubi, você pode desfrutar de preços especiais no jantar do Restaurante Passeio da Vitória no Wish /Hotel da Bahia - By GJP, e também taxa especial de hospedagem. Consulte a Bilheteria do Teatro.

Informações

PROIBIDA A ENTRADA APÓS O INÍCIO DO SHOW

Edson Cordeiro – Fado Tropical

Nos dias 29 e 30 de junho, às 20h30, o cantor Edson Cordeiro sobe ao palco do Café-Teatro Rubi, Wish Hotel da Bahia (ex-Sheraton), para encerrar a fase brasileira da aclamada turnê “Fado Tropical”.
Acompanhado dos músicos Wallace Oliveira (guitarra portuguesa) e Sérgio Borges (violão), Edson canta alguns dos mais famosos fados, como "Estranha Forma de Vida" (Amália Rodrigues/Alfredo Marceneiro), "Foi Deus" (Alberto Janes), "Barco Negro" (David Mourão Ferreira/Matheus Nunes), "Fado Tropical" (Chico Buarque/Ruy Guerra), dentre outras pérolas e ainda consegue transitar do choro à ópera revelando algumas surpresas.
Em "Fado", seu décimo segundo e mais novo álbum, gravado no Porto, em Portugal, Edson dá sua potente voz de contratenor a um repertório rico, refinado e dramático. “Cantar fado, para mim, é como encontrar um parente distante. Esse ritmo me faz resgatar uma identidade adormecida e devo à voz soberana da Amália Rodrigues a minha paixão por essa música”, pontua Cordeiro.
Atualmente, radicado na Alemanha e há mais de 25 anos circulando pelos palcos do mundo, Edson, que em 2006 foi indicado ao Grammy Latino de melhor disco de música clássica, provou que pode levar sua voz a qualquer lugar, desde os teatros de ópera mais importantes do mundo até às baladas mais fervidas, como a Berlin Gay Pride.
Já em 1994, com a sua primeira turnê pela Europa, o público e a crítica o aclamaram de imediato e se apaixonaram por sua poderosa voz aliada a uma interpretação arrebatadora. Recebeu títulos como "A oitava maravilha do mundo" e "Ave do paraíso".
Considerado um dos cantores mais versáteis da atualidade, com uma impressionante amplitude vocal e uma enorme variedade tímbrica, Edson sente-se à vontade tanto na ópera, e música clássica, como nas formas mais modernas da música latina, do jazz, rock, pop e dance music. Consegue interpretar cada canção como se fosse sua, de uma maneira pessoal e inimitável.
Atualmente, o intérprete excursiona pela Ásia, Europa e as Américas com a turnê “Fado Tropical” e com os projetos “MyCollection”, “Disco Lounge” e “Samba De Luxe”, um mix de sucessos , onde passeia pelas óperas barrocas, pela bossa nova de Tom Jobim, pelo pop de Madonna e Michael Jackson, entre muitos outros ritmos, sempre mantendo o seu inconfundível e arrebatador estilo de interpretação.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Show L

Edson Cordeiro "Fado Tropical"

Café Teatro Rubi - Wish/ Hotel Da Bahia by GJP

Campo Grande - Salvador - BA

Edson Cordeiro – Fado Tropical

Nos dias 29 e 30 de junho, às 20h30, o cantor Edson Cordeiro sobe ao palco do Café-Teatro Rubi, Wish Hotel da Bahia (ex-Sheraton), para encerrar a fase brasileira da aclamada turnê “Fado Tropical”.
Acompanhado dos músicos Wallace Oliveira (guitarra portuguesa) e Sérgio Borges (violão), Edson canta alguns dos mais famosos fados, como "Estranha Forma de Vida" (Amália Rodrigues/Alfredo Marceneiro), "Foi Deus" (Alberto Janes), "Barco Negro" (David Mourão Ferreira/Matheus Nunes), "Fado Tropical" (Chico Buarque/Ruy Guerra), dentre outras pérolas e ainda consegue transitar do choro à ópera revelando algumas surpresas.
Em "Fado", seu décimo segundo e mais novo álbum, gravado no Porto, em Portugal, Edson dá sua potente voz de contratenor a um repertório rico, refinado e dramático. “Cantar fado, para mim, é como encontrar um parente distante. Esse ritmo me faz resgatar uma identidade adormecida e devo à voz soberana da Amália Rodrigues a minha paixão por essa música”, pontua Cordeiro.
Atualmente, radicado na Alemanha e há mais de 25 anos circulando pelos palcos do mundo, Edson, que em 2006 foi indicado ao Grammy Latino de melhor disco de música clássica, provou que pode levar sua voz a qualquer lugar, desde os teatros de ópera mais importantes do mundo até às baladas mais fervidas, como a Berlin Gay Pride.
Já em 1994, com a sua primeira turnê pela Europa, o público e a crítica o aclamaram de imediato e se apaixonaram por sua poderosa voz aliada a uma interpretação arrebatadora. Recebeu títulos como "A oitava maravilha do mundo" e "Ave do paraíso".
Considerado um dos cantores mais versáteis da atualidade, com uma impressionante amplitude vocal e uma enorme variedade tímbrica, Edson sente-se à vontade tanto na ópera, e música clássica, como nas formas mais modernas da música latina, do jazz, rock, pop e dance music. Consegue interpretar cada canção como se fosse sua, de uma maneira pessoal e inimitável.
Atualmente, o intérprete excursiona pela Ásia, Europa e as Américas com a turnê “Fado Tropical” e com os projetos “MyCollection”, “Disco Lounge” e “Samba De Luxe”, um mix de sucessos , onde passeia pelas óperas barrocas, pela bossa nova de Tom Jobim, pelo pop de Madonna e Michael Jackson, entre muitos outros ritmos, sempre mantendo o seu inconfundível e arrebatador estilo de interpretação.