Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Show L

Carlos Lyra e Cláudio Lyra
Cantos & Contos da Bossa Nova

Endereço

Av. Sete de Setembro, 1537
Campo Grande - Salvador - BA

ver google maps

Temporada

Sexta e Sábado 20h30

17 a 18 de Agosto de 2018

Tickets

R$ 100.00 Couvert Artístico

Serviços de BAR:

A partir das 19h45.

(*) Como espectador do Café-Teatro Rubi, você pode desfrutar de preços especiais no jantar do Restaurante Passeio da Vitória no Wish /Hotel da Bahia - By GJP, e também taxa especial de hospedagem. Consulte a Bilheteria do Teatro.

Informações

PROIBIDA A ENTRADA APÓS O INÍCIO DO SHOW

Carlos Lyra e Cláudio Lyra - Cantos & Contos da Bossa Nova
 
 
Um dos principais ícones da Bossa Nova, Carlos Lyra, autor de clássicos como Minha Namorada, se apresenta no Café-Teatro Rubi, Wish Hotel da Bahia, nos dias 17 e 18 de agosto, às 20h30, ao lado do sobrinho Cláudio Lyra, com o show Cantos & Contos da Bossa Nova.
 
Aproveitando a celebração de 60 anos desse gênero que levou a música brasileira para o mundo, o compositor de tantos clássicos, como Maria Ninguém, Influência do Jazz, Primavera, Sabe Você? e Marcha da Quarta-feira, só para citar alguns, e que foi agraciado pelo presidente da República com a Ordem do Mérito Cultural pelos serviços prestados à cultura, tem levado esse show pelo Brasil, atendendo à demanda de um público que raramente tem acesso a ele.
 
No show, Carlos Lyra traz para o palco toda a bagagem da sua carreira e conta histórias do Carnegie Hall, dos encontros com Brigitte Bardot, Jacqueline Kennedy, Vinícius de Moraes, Tom Jobim, João Gilberto, Ronaldo Bôscoli, Geraldo Vandré, Gianfrancesco Guarnieri e tantos outros. Um espetáculo em que as histórias da música brasileira são entremeadas com os belos clássicos de Lyra.
 
O show é uma viagem cronológica pela carreira do artista, desde a primeira composição até a algumas mais novas. Mostrando que a Bossa Nova sempre se renova, Carlinhos apresenta o sobrinho, também compositor, Cláudio Lyra, ao violão, e deixa claro que a música continua viva e inspirada.
 
O público embarca em uma viagem pelo tempo, sem qualquer limitação com o idioma, se emocionando, cantando e voltando para casa com a mesma sensação dos que saíam das sessões de cinema dos musicais da Metro nos anos de 1950/60.  Com a certeza de que "no entanto, é preciso cantar".

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Show L

Carlos Lyra e Cláudio Lyra Cantos & Contos da Bossa Nova

Café Teatro Rubi - Wish/ Hotel Da Bahia by GJP

Campo Grande - Salvador - BA

Carlos Lyra e Cláudio Lyra - Cantos & Contos da Bossa Nova
 
 
Um dos principais ícones da Bossa Nova, Carlos Lyra, autor de clássicos como Minha Namorada, se apresenta no Café-Teatro Rubi, Wish Hotel da Bahia, nos dias 17 e 18 de agosto, às 20h30, ao lado do sobrinho Cláudio Lyra, com o show Cantos & Contos da Bossa Nova.
 
Aproveitando a celebração de 60 anos desse gênero que levou a música brasileira para o mundo, o compositor de tantos clássicos, como Maria Ninguém, Influência do Jazz, Primavera, Sabe Você? e Marcha da Quarta-feira, só para citar alguns, e que foi agraciado pelo presidente da República com a Ordem do Mérito Cultural pelos serviços prestados à cultura, tem levado esse show pelo Brasil, atendendo à demanda de um público que raramente tem acesso a ele.
 
No show, Carlos Lyra traz para o palco toda a bagagem da sua carreira e conta histórias do Carnegie Hall, dos encontros com Brigitte Bardot, Jacqueline Kennedy, Vinícius de Moraes, Tom Jobim, João Gilberto, Ronaldo Bôscoli, Geraldo Vandré, Gianfrancesco Guarnieri e tantos outros. Um espetáculo em que as histórias da música brasileira são entremeadas com os belos clássicos de Lyra.
 
O show é uma viagem cronológica pela carreira do artista, desde a primeira composição até a algumas mais novas. Mostrando que a Bossa Nova sempre se renova, Carlinhos apresenta o sobrinho, também compositor, Cláudio Lyra, ao violão, e deixa claro que a música continua viva e inspirada.
 
O público embarca em uma viagem pelo tempo, sem qualquer limitação com o idioma, se emocionando, cantando e voltando para casa com a mesma sensação dos que saíam das sessões de cinema dos musicais da Metro nos anos de 1950/60.  Com a certeza de que "no entanto, é preciso cantar".